segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Novo megatemplo acirra dispusta entre igrejas em São Paulo


Templo da Graça terá capacidade para dez mil pessoas sentadas.

Teve início em um terreno de 29 mil metros quadrados da Marginal Tietê, em São Paulo, a construção de mais um megatemplo religioso da capital paulista.

O Templo da Graça pertence à Igreja Internacional da Graça de Deus, terá capacidade para dez mil pessoas sentadas e recebeu, durante o lançamento de sua pedra fundamental, a presença de políticos como o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

Será o quinto megatemplo no Estado de São Paulo, os outros são: Cidade dos Sonhos (Guarulhos), Basílica de Nossa Senhora Aparecida (Aparecida do Norte), Templo de Salomão (capital), Templo da Glória de Deus (capital) e Santuário Theotokos, Mãe de Deus (capital).

Professor de Ciências da Religião da PUC-SP, Jorge Claudio Ribeiro disse à BBC Brasil que a "febre" de imóveis desta natureza é o reflexo da disputa entre religiões.

"Um vai imitando o outro dentro desse campo religioso para não ser visto como uma liderança de segunda classe. Se uma religião tem um templo, a outra quer um também. O mesmo acontece se uma delas tem espaço na televisão, filme, novela, etc".

Rodrigo Franklin, professor de pós-graduação em Ciências da Religião no Mackenzie, disse à publicação que a construção de grandes templos é uma tendência mundial e uma forma de ostentar e demonstrar o poder das diferentes religiões.