segunda-feira, 7 de março de 2016

Parceria fortalece ações religiosas nas unidades da Fasepa/Pará – Por Tiago Furtado



A equipe de gestão da Fasepa assinou um termo de cooperação com a instituição de ensino com o objetivo de fortalecer o atendimento socioeducativo no Pará.

A tarde de sábado (05/03) foi marcada por muita emoção para dois adolescentes que cumprem medida socioeducativa no Centro Socioeducativo de Benevides (CSEB). Fruto das atividades religiosas desenvolvidas dentro dos espaços gerenciados pela Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa), eles participaram de um batismo na Faculdade Adventista da Amazônia (Faama), em uma cerimônia que contou com a participação de juízes, procuradores e outras autoridades que atuam no sistema de garantia de direitos, além da equipe de gestão da Fasepa que, na ocasião, assinou um termo de cooperação com a instituição de ensino, com o objetivo de fortalecer o atendimento socioeducativo no Pará.

Para um dos adolescentes, de 17 anos, que participou da programação, a religião será um suporte para esquecer os erros do passado e buscar um novo rumo na vida. “Estou me sentido melhor, espero a partir de agora deixar tudo o que fiz de errado para trás. Agora quero estar em paz, estudar e quem sabe fazer um curso na Faama. Mudar de vida mesmo”, afirmou o socioeducando.

O pastor Raildes do Nascimento Filho foi o responsável pelo batismo dos internos da Fasepa e comemora os primeiros resultados obtidos pela parceria entre a Fasepa e Faama. 

“Durante algum tempo tivemos reunidos e graças a Deus esse projeto está tomando corpo e hoje temos esse trabalho realizado nas unidades e vejo que teremos outros resultados para colocar esses meninos de volta a sociedade, contribuindo com o seu desenvolvimento. Estou emocionado e tenho certeza que muitas pessoas ainda serão restauradas” disse.

A parceria prevê a doação de televisores para a unidade, localizada em Benevides, e o fortalecimento das atividades pedagógicas dentro do espaço socioeducativo, incluindo as de espiritualidade para os socioeducandos.

O presidente da Fasepa, Simão Bastos, declarou que a cooperação entre as duas instituições vai expandir a ação “Vidas”, pertencente ao projeto Ressignificando Caminhos da Socioeducação e trata justamente da questão religiosa dos internos. 

“A parceria é um processo educativo e religioso. Assim como estamos abrindo para todas as outras denominações religiosas que busquem ressocializar o socioeducando. Esse momento ratifica o processo que começa na unidade de Benevides e pretendemos levar para as outras unidades”, afirmou, ressaltando que a parceria será ampliada para outras denominações religiosas. "Todos as denominações religiosas que queiram fazer um trabalho para a socioeducação terão com as portas da Fasepa abertas”, concluiu.

O Juiz titular da 3ª Vara da Infância e Juventude, Vanderley de Oliveira, participou da solenidade e destacou o empenho das instituições que construíram a parceria ao longo de um ano, acompanhando de perto as atividades nas unidades socioeducativas. 

“Evidentemente que esse processo foi trabalhado tanto com o que a Faama pode oferecer quanto com que a Fasepa pode disponibilizar. Temos um atendimento realizado nas unidades e essa parceria vai potencializar o acolhimento desses meninos. Temos também a possibilidade de implantarmos a recepção de um canal familiar, que precisa de atenção e investimento, trabalhando a ligação do homem com Deus”, destacou.

Tiago Furtado - Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará.






UFSAJ reuniu milhares de evangélicos na capital do Recôncavo - Por Leandro Almeida


A Igreja “Assembleia de Deus Missões Sede” realizou na cidade de Santo Antônio de Jesus neste sábado (05/03) o evento UFSAJ (União Feminina de Santo Antônio de Jesus), contando com a presença do Pastor Samuel Mariano, conhecidíssimo no meio evangélico por cantar no Congresso Gideões Missionários.

O evento foi iniciado às 15h40 com uma caminhada que saiu do São Benedito, passando pela Avenida Barros e Almeida, aonde houve uma parada com momentos de evangelização, encerrando às 18h30 na Praça Silvestre Evangelista.

A caminhada foi animada pela banda Ministério Geração Profética e pela cantora Renata Rios. Na Silvestre Evangelista houve a posse da nova diretoria da “AMES Jovens” e “AMES Mulheres”.

Segundo o Pr. Alvaro Reis, presidente da Igreja Evangélica “Assembleia de Deus Missões Sede”, durante o evento deste sábado 76 pessoas aceitaram Jesus.

“Foi um resultado muito positivo, pois a União Feminina está crescendo bastante na cidade”, concluiu o pastor, ressaltando que em outubro acontecerá em Santo Antônio de Jesus o grande Congresso de Missões, que também será realizado na Praça Silvestre Evangelista representando 20 países aonde o evangelho é menos divulgado.

Em entrevista concedida ao Portal Tribuna do Recôncavo, a Pastora Adelaide, presidente da AMES Jovens, contou que o evento tem crescido bastante nos últimos anos. 

“No primeiro ano fizemos duzentas camisas e nesse ano fizemos quinhentas e se tivéssemos mais a gente tinha vendido. O evento UFSAJ (União Feminina), tomou uma proporção muito grande e nos surpreendeu pela participação do povo. Eu louvo a Deus por isso, pois houve muitos empecilhos, muito momento de choro, momentos de até pensarmos em parar, mas não vamos desistir, ano que vem tem mais, em nome de Jesus”, disse a pastora.

Já o cantor e compositor pernambucano, Samuel Mariano, que já emplacou hits que levaram milhares de pessoas a conversão, falou ao Portal Tribuna do Recôncavo que foi uma honra muito grande participar do evento.

“Isso aqui quase não existe no Brasil, uma união geral de todas as denominações. A gente ver muito isso no dia do evangélico, mas somente com mulheres não”, contou. Após o show Pastor Samuel deu autógrafos e tirou várias fotos com os seus admiradores.





Renovação Carismática Católica homenageia mulheres na AL


No próximo dia 8 de março às 19:00 a Renovação Carismática Católica de Mato Grosso (RCC MT) realiza um evento em homenagem as mulheres do estado, com o tema:

 O que uma mulher virtuosa pode fazer na sociedade?

O evento acontecerá no Auditório da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, com entrada gratuita. A palestrante é a Renata Gusson Agelune Martins (esposa do professor Felipe Nery) de São Paulo.

“Pensamos num evento em que todas as mulheres independentes da sua religião ou visão política pudessem participar, por isso foi escolhido a Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso. E este evento tem como objetivo homenagear as mulheres e também partilhar sobre a importância delas na sociedade. Pois, muitas mulheres não sabem mais qual é o seu papel na sociedade. Será um momento ímpar, no qual conseguimos trazer a Renata Gusson de São Paulo até Cuiabá. Ela é uma líder ativa no movimento Pró-vida do Brasil e sei que irá enriquecer nossa mente com conteúdos valiosos”. Giovanna Caseli, coordenadora da RCC MT.

As participantes serão recepcionadas com um delicioso coffee break e após o evento haverá sorteio de prêmios entre as participantes.

Curriculum - A palestrante Renata Martins é Farmacêutica-Bioquímica graduada pela Universidade Católica de Santos (2003). Possui Pós-Graduação Lato Sensu em Biologia Molecular pelo Centro de Extensão Universitária de São Paulo (2006). É Mestra em Ciências (2011) pela Coordenadoria de Controle de Doenças da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (CCD/SES-SP), tendo desenvolvido estudo na área de resistência de Bacilos Gram-Negativos não-Fermentadores isolados do trato respiratório de pacientes portadores de Fibrose Cística.





Igrejas investem para atrair fieis em MT

                     

Vale tudo para se conquistar o maior número de fiéis, pelo menos essa é a impressão que as igrejas têm deixado, segundo o historiador Adilson José Francisco, professor da Universidade Federal de Mato Grosso.

Um dos grandes artifícios para “ganhar” mais ovelhas, segundo o professor, seria principalmente o investimento nas estruturas das igrejas, tanto católicas, quanto pentecostais e outras.

Uma espécie de “guerra” foi travada entre as denominações para ver quem tem o templo maior. “Antes as igrejas alugavam espaços, as cadeiras eram de plástico, e isso ainda acaba ocorrendo em bairros periféricos, mas a intenção é sempre levar as pessoas ao templo central, onde a realidade é diferente. As igrejas têm investido numa estrutura grandiosa para garantir a vinda e permanência das pessoas. Como no marketing, elas exploram o campo imagético visual”, afirmou. 

Essa que era uma realidade das grandes metrópoles, também se repete na região metropolitana de Cuiabá. Não é difícil ver os megatemplos, desde as igrejas católicas construídas com pomposo luxo e arte, até as igrejas pentecostais megaequipadas. 

“Em sete anos de estudos sobre igrejas, observei que em Mato Grosso o sujeito sempre transita de igreja em igreja. Por isso, quem oferece a melhor acomodação sai na frente”, pontuou Adilson. 

Em Cuiabá, temos o exemplo de igrejas como a Assembleia de Deus. Com uma estrutura projetada para ser a maior da América Latina, o Grande Templo possui, além de uma vasta área, livraria, rádio, escola e até universidade.

Já no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, foi construída a Igreja Batista Nacional, uma das maiores da cidade. Situada numa região privilegiada, o templo possui espaço para acomodação de duas mil pessoas. Também podemos citar as igrejas Universal, a Mundial, que em nada perdem em tamanho e artifícios para conquistar “rebanhos”. 

Já no caso da Igreja Internacional da Graça, que possui vários núcleos na cidade, há ainda a previsão de que a igreja entre com mais força na disputa por fiéis. Isso porque, na região do Porto, a igreja possui um terreno a perder de vista, onde uma nova unidade será construída. Todas as igrejas mencionadas na reportagem foram procuradas para posicionamento, mas nenhuma respondeu. 

Para o arquiteto José Antônio Lemos, sem dúvida a estrutura física das igrejas é um forte atrativo para as pessoas. Hoje, segundo Lemos, a ideia das denominações é cada vez mais encher de gente. “Eles usam o tamanho, a arquitetura, a beleza, para mexer com as pessoas e atraí-las”, confirmou o arquiteto. 

O professor Adilson Francisco ressaltou que um grande artifício utilizado pelas igrejas é implantar suas unidades em um lugar de fácil acesso e de grande circulação de pessoas. A localização, segundo o historiador, também tem um link político e se tornam espaços de poder, para conquistar favores, eleitores e outros. 

Para o mestre em Educação Reinaldo de Souza Marchesi, o crescimento das igrejas está correlacionado com o da estrutura.

“No Brasil, vemos que muitas igrejas ampliam seus espaços para receberem públicos cada vez maiores, dentro de uma lógica de pastoreio das massas. Os cultos e reuniões cada vez mais se baseiam em shows musicais e pregações de mais diversas perspectivas teológicas, que prometem curas, sucesso financeiro e realização amorosa”, afirmou Marchesi. 

O professor frisa ainda que, com igrejas que são “abertas em cada esquina”, existe uma competição pelo número de seguidores, pois segundo ele isso traz mais lucro.

“Muitas igrejas possuem grandes estruturas, faculdades, escolas, livrarias, etc. Não podemos deixar de observar que este é também um mercado altamente lucrativo que representa lucros altíssimos diante de diversos benefícios fiscais dados pelo governo através da bancada da frente parlamentar evangélica”, finaliza o professor.