quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Cresce em 20% nº de universitários brasileiros estudando nos Estados Unidos

Nunca as universidades americanas receberam tantos estudantes estrangeiros. Somente para o ano acadêmico 2012/2013 foram mais de 800 mil alunos procedentes de mais de 180 países.

A quantidade é 7% maior que o número registrado no período anterior (2011/2012).
Do total de alunos estrangeiros atualmente estudando no país, quase 30% são chineses. 

Depois da China, os países que mais enviam jovens às universidades americanas são a Índia (12%) e Coreia do Sul (8%).

O Brasil é o 11º da lista. O país fica atrás da Turquia, do México e até do Vietnã. Os números, divulgados nesta segunda-feira (11), são do Instituto Internacional de Educação.

Os 10.868 mil universitários brasileiros atualmente estudando lá representam pouco mais de 1% do quantitativo total de alunos nos EUA. A quantidade de estudantes enviados ao exterior, porém, é 20% superior à observada em 2011/2012, quanto o país encaminhou 9 mil estudantes somente para os EUA.


O programa Ciência Sem Fronteiras, uma iniciativa federal que concede bolsas a universitários brasileiros, é a principal justificativa para esse aumento no número de intercambistas no exterior. O país norte-americano é o principal destino dos bolsistas.



Nenhum comentário: