segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

UFPR e UTFPR criarão repositório de material didático com acesso gratuito à população

Democratizar o conhecimento e disponibilizar gratuitamente o acesso da população em geral, independentemente do grau de instrução e de possuir vínculo com estabelecimentos de ensino, a UFPR, em parceria com a UTFPR e demais instituições de ensino do Paraná, desenvolvem ações que permitirão a criação de um repositório de recursos educacionais abertos (REA). 

Os benefícios desse recurso, que em outros países e cidades brasileiras já foi criado e os resultados são bastante positivos, foram apresentados no evento Concepção, Avaliação e Experiências Educacionais, realizado na semana passada, na UFPR.

O evento, presidido pela professora Marineli Méier, da Coordenadoria de Integração de Educação a Distância (Cipead) da Universidade, reuniu cerca de 100 docentes e alunos de diversas instituições de ensino, entre elas, UFPR e UTFR (promotoras do ciclo de debates), do IFPR, da Uninter, do Colégio Estadual Paulo Leminski, do IBAC Brasil, e da Ong Projeto Esperança.
Materiais didáticos

Na abertura do Ciclo de Debates, Marineli e o coordenador de Tecnologia da Educação da UTFPR, Henrique Oliveira da Silva, ressaltaram que a idéia do repositório é não apenas abrigar e disponibilizar o acesso aos conteúdos postados, cursos completos, módulos, artigos científicos, vídeos, livro didático, power point, testes, softwares, e qualquer outra ferramenta, materiais ou técnicas que suportem e permitem o acesso ao conhecimento mas, também, incentivar a participação dos usuários, pois poderão reutilizar, redistribuir, revisar, remixar, enfim, participar ativamente da produção dos materiais.

As professoras Núria Camas (UFPR) e Patrícia Torres (PUC) destacaram nas palestras que proferiram, que os recursos educacionais abertos permitem uma linguagem colaborativa, a proposta não é fechada, o paradigma tradicional não é norma. O espaço é aberto para que sejam criados referenciais de qualidade de material para formação e para suprir necessidades, lacunas, verificadas pelos alunos. Através dos Rea, o público interessado poderá melhorar os conteúdos postados no repositório, além de adapta-los às realidades locais.

Campanha de divulgação

A pró-reitora de Extensão e Cultura da UFPR, Deise Picanço, que na solenidade representou o reitor Zaki Ackel, ressaltou a importância do repositório, inclusive para as atividades de extensão, com a disponibilização de cursos massivos abertos. Destacou a necessidade de uma campanha de divulgação interna acerca das potencialidades dos Rea e a implantação do repositório, ambas programadas para o 2º semestre de 2014.


Também proferiu palestra neste ciclo de debates, que na 1ª edição contou com a participação de Andréa Inamorato, referência internacional no tema, o professor Nestor Saavedra Filho, do Programa de Pós-Graduação em Formação Científica e eTcnológica e Educacional da UFPR. O docente apresentou aos participantes a concepção de Rea baseada em Teorias da Aprendizagem.

O evento foi encerrado com a fala da gestora de comunicação e curadoria de conteúdo do Projeto REA-Br, Débora Sebriam. Ela abordou o tema: "Recursos Educacionais Abertos: iniciativas de política pública, acadêmicas e da sociedade Civil no Brasil". 

Mais informações sobre o evento podem ser obtidas no Cipead (Praça Santos Andrade, 50. Prédio Histórico da UFPR - fone 41-3310-2657). 




Nenhum comentário: