sábado, 26 de julho de 2014

Líderes religiosos pedem paz para o Oriente Médio no oeste do Paraná

Encontro foi na sexta (25/07) na catedral da Igreja Católica, em Foz do Iguaçu.
Conflito na Faixa de Gaza já deixou mais de 800 pessoas mortas.


Mais de 150 pessoas participaram de um culto ecumênico, nesta sexta-feira (25), na catedral da Igreja Católica, de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. 

O encontro reuniu líderes de várias religiões que pediram pela paz no Oriente Médio, cenário de novas ações ofensivas entre israelenses e palestinos.

No encontro, o bispo da Igreja Católica Dom Dirceu Vegini disse palavras de otimismo e esperança. 

“O ser humano deve ser colocado em primeiro lugar na vida das pessoas e não pode ser um objeto a ser destruído por qualquer interesse”. 

O representante do Conselho dos pastores, Sadi Bazanelo, disse que a comunidade evangélica luta pela paz mundial e especialmente pela paz na região de Gaza.

O sheik de uma das mesquitas de Foz do Iguaçu Mohamad Khalil disse acreditar que um dia a Palestina voltará a ser um lugar pacífico, com convivência de paz e harmonia entre judeus, muçulmanos e cristãos.


Em nota, a Federação Israelita do Paraná afirmou desejar a paz, o fim dos conflitos, com o menor número de vítimas para os dois lados e lamentou as mortes. A comunidade internacional tem apelado repetidamente a Israel para preservar a vida dos habitantes.

A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou que mais de três quartos das mortes já registradas são de civis.



Nenhum comentário: