quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Ação social no AP quer aproximar a população de religiões afro-brasileiras – Por Fabiana Figueiredo



Proposta é desenvolver ações sociais em terreiros de Macapá. Doze terreiros vão receber atividades de saúde e de assistência social.

Um projeto nacional de inclusão está sendo executado no Amapá, com a finalidade de aproximar a população das religiões afro-brasileiras. A “Caravana Saúde do Axé” vai levar ações de saúde e assistência social para terreiros de umbanda em Macapá. De acordo com o cronograma, as atividades vão iniciar no sábado (28), no Loteamento Açaí, na Zona Norte, onde está localizado o terreiro do "Pai Vanjurê".

Organizado pelo núcleo Amapá da Rede Nacional de Religiões Afro-Brasileiras e Saúde (Renafro), um instituto independente, o projeto: “Caravana Saúde do Axé” mapeou 12 terreiros em Macapá, para onde serão levadas as ações durante o ano, sempre no último sábado de cada mês.

Na ação deste sábado, às 8h, a população vai poder contar com testes rápidos para o vírus HIV, sífilis e de gravidez, e também com atendimento clínico geral, com 10 médicos. Na área social, serão oferecidas mudas de plantas, assessoria jurídica, retirada da carteira de identidade e do Sistema Único de Saúde (SUS), cadastro no CadÚnico e outras ações de programas federais.

Segundo a representante da Renafro no Amapá Nina Souza, esta é a segunda ação que será realizada em Macapá. A primeira aconteceu em dezembro de 2014, no distrito do Coração.

“Na primeira edição descobrimos que algumas meninas da comunidade estavam infectadas com o vírus HIV, através dos testes rápidos que foram feitos. Tivemos um resultado positivo porque estamos levando o serviço para a comunidade que está acomodada”, disse Nina, acrescentando que a caravana quer oportunizar melhorias e enfrentar o preconceito em outras localidades da cidade.

As ações sociais ganharam parceria do Instituto Municipal da Promoção e Igualdade Racial (Improir), e das secretarias municipais de Saúde (Semsa) e de Assistência Social e do Trabalho (Semast).

“Não queremos incluir a pessoa na religião, e sim aproximar. É fazer com que as pessoas entrem nas casas e conheçam aquele espaço que é de religiosidade e não de coisas ruins, e que são locais que podem ajudar as pessoas”, disse o presidente do Improir, Maykom Magalhães.


A caravana deste sábado vai acontecer de 8h às 13h, no terreiro do Pai Vanjurê, localizado na Rua dos Muricis, 687, Loteamento Açaí.



Nenhum comentário: