segunda-feira, 27 de julho de 2015

Festa caipira com 'crentão e caça à onça' atrai evangélicos em MS – Por Graziela Rezende



Evento atraiu cerca de 250 pessoas na noite deste sábado (25/07). Organizadora diz que programação da festa foi até de madrugada.

Pipoca, comida típica, doces, touro mecânico e vestimenta a caráter. O cenário típico seria de somente mais uma festa caipira, não fosse a animação de cerca de 250 evangélicos na noite deste sábado (25/07), em Campo Grande. O público, que inclui crianças, adolescentes e adultos, trocou o local dos cultos para confraternizar, experimentar o "crentão" e ainda participar da brincadeira de "caça a onça".

"As festas caipiras são uma lembrança do estado em que vivemos. E nós programamos este evento, que já está na quarta edição, para demonstrar cuidado e amor as pessoas. Nós ficamos até o início da madrugada juntos, sem problemas algum. Infelizmente em alguns locais as pessoas se envolvem em briga por conta de bebida e drogas, algo momentâneo. Nossa alegria é diferente, vem de Deus", afirmou ao G1 a professora e organizadora do evento Edna Andrade Almeida, professora, 59 anos.

Com muitas crianças presentes, o momento mais esperado é o de "caça à onça". Elas sobem em um trator e caminhonete, com lanternas em mãos e vão procurar o animal selvagem. 

"É uma brincadeira que eu comecei com os meus netos e eles ficavam alucinados. Nós colocávamos pessoas para acender o fogo no escuro, outros para fazer um barulho e eles sempre acham que vão encontrar", comentou o empresário Edson da Silva Almeida, de 64 anos.

De maneira criativa, eles ainda trocaram o "quentão" pelo "crentão". E com o tempo fresquinho, a bebida feita de suco de uva, gengibre, cravo e canela acabou rapidamente. O cardápio ainda incluiu arroz carreteiro, farofa com calabresa, caldo de mandioca, cuscuz, sopa paraguaia, cachorro quente, salgadinhos e muitos doces, como o arroz doce, bolo de chocolate, paçoca, pé de moleque, cocada, entre outros. 

A dentista Elaine Andrade Almeida Agra, 31 anos, participa todos os anos com os filhos e o marido. "É algo diferente estar ao lado dos amigos se divertindo, sem precisar de álcool para isso. A programação envolve os filhos, é muito gostoso e todo mundo se diverte muito", finalizou.






Nenhum comentário: