segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Líderes religiosos debatem a “Paz em Casa” em seminário do TJRO


Na programação da Justiça de Rondônia, um seminário debate a questão da violência no âmbito familiar sob o prisma das religiões.

A Semana pela Paz em Casa foi aberta hoje, 03 de Agosto, no auditório do Tribunal de Justiça de Rondônia, como parte da programação da campanha nacional: “PAZ, Nossa Justa Causa”, promovida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em parceria com os tribunais de Justiça brasileiros. Na programação da Justiça de Rondônia, um seminário debate a questão da violência no âmbito familiar sob o prisma das religiões.

Na abertura do evento, o juiz João Adalberto Castro Alves destacou a importância da reflexão sobre a violência doméstica no país e defendeu a recuperação do agressor e a intervenção da sociedade, seja por meio do Estado, seja em ações ligadas a entidades religiosas como forma de prevenir e combater atos violentos nos lares, especialmente contra a mulher. O magistrado utilizou o exemplo bíblico de Saulo de Tarso, posteriormente, Paulo, já convertido em novo homem, não mais violento e que levou a bandeira da paz e do amor.

Em seguida, a promotora de Justiça Tânia Garcia Santiago falou da proteção da família como objetivos comuns das religiões e do sistema de Justiça. O juiz Álvaro Kalix Ferro, titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a mulher de Porto Velho, falou sobre os marcos legais que protegem a mulher e a família. 

O juiz destacou também que toda a sociedade deve estar envolvida na questão, visto que, em muitas situações quando o caso chega ao Judiciário, a violência já ocorreu. “É preciso conjugar esforços para que a violência seja combatida também de forma preventiva”, afirmou Kalix.

Após ser desfeita a mesa de abertura, o titular do Juizado de Violência Doméstica proferiu palestra sobre a Lei Maria da Penha, juntamente como psicólogo Cristiano de Paulo, que também atua no Juizado. Mesas de debates com líderes religiosos estão sendo realizadas pela manhã se estendendo pela tarde, com representantes da Igreja Católica.






Nenhum comentário: