domingo, 20 de setembro de 2015

Frei Betto: "esquerda latino-americana está feliz com o papa



Teólogo brasileiro Frei Betto afirmou no sábado, 19/09, em Cuba, que a esquerda latino-americana está muito feliz com o papa Francisco, por suas denúncias da exploração e da opressão no mundo; 

"Toda a esquerda latino-americana que conheço está muito feliz com o papa Francisco, primeiro porque é um homem que está muito identificado com os princípios, objetivos e os conteúdos da Teologia da Libertação", disse Betto em uma entrevista coletiva em Havana; poucas horas antes da chegada do pontífice à ilha.

O teólogo Frei Betto afirmou neste sábado, em Cuba, que a esquerda latino-americana está muito feliz com o Papa Francisco, por suas denúncias da exploração e da opressão no mundo.

"Toda a esquerda latino-americana que conheço está muito feliz com o papa Francisco, primeiro porque é um homem que está muito identificado com os princípios, objetivos e os conteúdos da Teologia da Libertação", disse Betto em uma entrevista coletiva em Havana; poucas horas antes da chegada do pontífice à ilha.

"Francisco é o primeiro papa que tem claramente uma opção com os pobres e que denuncia as causas das injustiças, não apenas os efeitos", completou o frade dominicano e adepto da Teologia da Libertação.

Betto destacou que os papas "João Paulo II e Bento XVI elaboraram documentos importantes falando também das causas do império do dinheiro, da exploração, da opressão, mas nenhum foi tão contundente como Francisco em sua última encíclica 'Laudato Si', que sem nenhuma dúvida é o documento socioambiental mais importante na história da humanidade".

Por estas razões, o papa argentino "é um forte candidato ao Prêmio Nobel da Paz", disse Betto.

Fonte: http://www.brasil247.com



Nenhum comentário: