segunda-feira, 28 de setembro de 2015

I Simpósio Família em diálogo com a Teologia e a Sociedade: Interfaces e Desafios



Este evento tratará das circunstâncias em que a família se encontra, com suas luzes e sombras, a fim de que se possam indicar, para as situações e os problemas da realidade, as respostas concretas e adequadas que destaquem o bem-estar humano relacionado à família, pois a centralidade da família para a pessoa dá-se no reconhecimento de sua integridade como primeira e fundamental estrutura a favor da “ecologia humana”.

Na família se experimenta a básica sociabilidade humana, a qual contribui com a sociedade de modo único e insubstituível; a família nasce da comunhão das pessoas e diz respeito à relação pessoal entre o “eu” e o “tu”. Contudo, a comunidade supera este esquema na direção de uma “sociedade”, de um “nós”. A família, comunidade de pessoas, é a primeira experiência desta sociabilidade.

Uma sociedade à medida da família é a melhor garantia contra toda a deriva de tipo individualista ou coletivista, porque nela a pessoa está sempre no centro da atenção, enquanto fim e nunca como meio. É de todo evidente que o bem das pessoas e o bom funcionamento da sociedade, portanto, estão estreitamente conexos.

O objetivo da socialização dos trabalhos investigativos de cada grupo de pesquisa visa identificar a correlação entre processos políticos, experiências religiosas e suas respectivas cosmovisões.

Local:
PUC-SP - Campus Santana
Rua Voluntários da Pátria, 1653 - Santana - São Paulo - SP
CEP: 02011-300

Contato:
Comissão Organizadora/Secretaria Geral

E-mails: 

Telefones: 
(11) 2065-4619 ou (11) 2226-6170

Inscrição gratuita




Nenhum comentário: