terça-feira, 19 de abril de 2016

Olhares sociológicos e jornalísticos sobre religião, saúde e secularização são tema de evento na UFSCar



Mesa ocorre no dia 27 de abril e é organizada pela Pós-Graduação em Sociologia da Universidade.

Com o objetivo de abordar o modo como a religião, a saúde e a secularização têm sido vistas por grande parte dos cientistas sociais e também jornalistas, o Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) realiza, no dia 27 de abril, a Mesa:

 “Olhares sociológicos e jornalísticos sobre: religião, saúde e secularização”. 

Coordenada pelo professor do Departamento de Sociologia André Ricardo de Souza, a Mesa terá a participação do pesquisador de pós-doutorado em Sociologia da USP, Massimo Bonato, do repórter de ciência do jornal Folha de S. Paulo, Reinaldo José Lopes, e do pesquisador de pós-doutorado em Antropologia da Unicamp, Rodrigo Ferreira Toniol.

Segundo André, a religião convive no Brasil e na absoluta maioria dos países do mundo com o processo de secularização, que consiste basicamente na diminuição da influência religiosa sobre o Estado e a produção de conhecimento. 

No meio da relação entre religião e ciência, a saúde ocupa um lugar de destaque, tanto pela busca de alternativas à medicina convencional, quanto pela crescente valorização feita por médicos de uma dimensão humana chamada espiritualidade.

André destaca que, apesar da secularização, há uma crescente valorização da espiritualidade por parte da Medicina. 

“Isso ocorre devido a pesquisas feitas pelos próprios profissionais da área médica”, explica. Para exemplificar essas pesquisas, ele cita dois grupos. Um deles é o Programa de Saúde, Espiritualidade e Religiosidade (ProSER), sediado o Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da USP; o outro é o Núcleo de Pesquisa em Espiritualidade e Saúde, vinculado ao Programa de Pós-Gradação em Saúde da Universidade Federal de Juiz de Fora. “As pesquisas realizadas pelos médicos-cientistas desses grupos utilizam uma ampla gama de tecnologias que visam identificar, isolar e interpretar a condição espiritual das pessoas e seus efeitos para a saúde”, afirma André.
Serviço

O evento, que integra a programação das Quartas Sociológicas, é destinado aos alunos do PPGS e demais interessados no tema. 

A Mesa ocorre das 10 às 12 horas, no Auditório do Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH), localizado no Edifício de Aulas Teóricas AT 2, na área Sul do Campus São Carlos da UFSCar. Não é necessária inscrição prévia.






Nenhum comentário: