segunda-feira, 9 de maio de 2016

Líderes religiosos debatem prevenção da violência


Encontro promovido pelas Nações Unidas visa encontrar estratégias comuns para prevenir e combater a discriminação, hostilidade e violência no continente africano.

Os líderes religiosos de vários países do continente africano iniciaram um encontro em Adis Abeba, na Etiópia, esta segunda-feira, 9 de maio, para prevenir atos violentos que possam levar a crimes terríveis. 

O fórum decorre até dia 11/05 e é organizado pelo departamento das Nações Unidas sobre Prevenção ao Genocídio e Responsabilidade de Proteger.


Um dos principais objetivos da reunião, segundo a Rádio ONU, é abordar o papel que os líderes religiosos podem ter na prevenção da violência, e desenvolver estratégias comuns para prevenir e conter a discriminação, hostilidade e violência no continente, onde nos últimos anos têm aumentado as atrocidades.

Como a violência geralmente começa com tensões entre grupos étnicos ou religiosos, com a promoção do discurso de ódio, os líderes religiosos podem ser vozes de autoridade nas suas comunidades, ajudando a prevenir os conflitos. E podem também identificar, agir e prevenir situações onde haja risco iminente de violência.

Participam no encontro representantes de diversas religiões e países, como Burundi, Chade, Costa do Marfim, Etiópia, Quénia, Nigéria, Somália, República Democrática do Congo, República Centro-Africana, Sudão e Sudão do Sul.




Nenhum comentário: