quinta-feira, 23 de junho de 2016

Avivamento pagão: gregos voltam a invocar os deuses antigos – Por Jarbas Aragão


As figuras que são estudadas como mitológicas em todo o mundo há séculos parecem ter um apelo renovado para os moradores da Grécia.

O culto dos antigos deuses gregos está ressurgindo. As figuras que são estudadas como mitológicas em todo o mundo há séculos parecem ter um apelo renovado para os moradores da Grécia. Segundo o Greek Repórter, seguidores do culto politeísta já recriaram várias áreas dedicadas ao culto dos deuses gregos.

Esses novos pagãos acusam o cristianismo de ter substituído as antigas práticas religiosas do país através da violência. Grupos como o Conselho Supremo dos Helenos Étnicos e a Comunidade religiosa Labrys tenta restabelecer o politeísmo e a tradição cultural antiga, que inclui ofertas aos deuses que habitariam o Olimpo.

Eventos como o festival Prometheia são celebrações públicas que “invocam o antigo espírito grego”. Criada pelo professor de Filosofia Tryphon Olympios, há mais de duas décadas, afirma que o resgate da religião pode mudar o país, afundado por seguidas crises econômicas.

Realizada no sopé do monte Olimpo, “morada” dos 12 deuses da Grécia antiga, ele quer estimular os gregos a “voltar às suas raízes”, insiste o doutor Olympios.

Chama atenção que o movimento não é exatamente pacífico. Recentemente, uma igreja cristã na ilha de Creta foi atacada pelos “seguidores de Zeus”. De tradição ortodoxa, as estátuas em seu interior foram vandalizadas. Além de fezes espalhadas no templo, mensagens contra o cristianismo foram escritas com carvão nas paredes.

Eventos similares foram registrados em outras igrejas. Para os novos pagãos, é uma lembrança de que a maioria dos templos cristãos nos primeiros séculos, eram “casa” das divindades do panteão.

Em abril, na cidade de Olímpia foi consagrada a chama olímpica que veio para o Brasil. A cerimônia oficial, que reproduz um culto a Zeus, foi realizada no mesmo local onde eram realizados os jogos na antiguidade.






Nenhum comentário: