quarta-feira, 2 de abril de 2014

Igreja é um marco dos anos dourados da cultura do café – Por Jacqueline Pioli

Há um século foi criada em Ribeirão Preto a Paróquia Nossa Senhora do Rosário, na Vila Tibério. Instalada primeiramente em uma simples capela, logo se transformou em uma igreja imponente, símbolo da zona Oeste. 

Além de toda a beleza arquitetônica, a paróquia exerceu enorme influência cultural no bairro e foi responsável pelo progresso da região.

As festividades do ano jubilar tiveram início no último dia 16 com uma missa comemorativa. A celebração emocionou Dona Nonô, que tem a mesma idade da igreja. Os casais Eloisa e Antônio e Alberto e Cida também estavam lá para prestigiar a paróquia onde se uniram há quase 50 anos.

“A Paróquia Nossa Senhora do Rosário teve uma importância muito grande no contexto religioso, civil, social e cultural de toda a região. Ela foi instaurada no período dos anos dourados do café e era a única paróquia que atendia Ribeirão, além da Catedral. Daqui irradiou o progresso para todo bairro, que cresceu em volta da igreja”, afirma o pároco Júlio César Melo Miranda.

Segundo o padre, a igreja foi construída pelos missionários claretianos que vieram da Espanha em 1917 e pelos moradores da Vila Tibério. “Com a ajuda dos missionários, operários simples que trabalhavam na Mogiana e nas fazendas de café das proximidades, construíram em um ano e meio esta igreja perfeita, com todos detalhes e capitéis belíssimos das colunas. Até hoje a igreja não apresentou uma rachadura e a cobertura é exatamente a mesma de cem anos atrás.”

Em 2002, a Matriz elevou-se a Santuário de Nossa Senhora do Rosário, por decreto do então arcebispo Dom Arnaldo Ribeiro.

História da igreja se confunde com a das famílias do bairro

Nesses cem anos, a Paróquia Nossa Senhora do Rosário marcou várias gerações de uma mesma família. Ricardo Fávaro foi a primeira pessoa batizada na igreja, em 1914. Anos mais tarde, ele participou do coro litúrgico da paróquia e foi aí que se iniciou uma tradição familiar.

Hoje, o filho de Ricardo, Antônio Claret Fávaro, o neto dele, Marcelo, e as bisnetas Isabela e Ana Luísa fazem parte do coro da igreja. “É espetacular comemorar esses cem anos com pessoas que acompanham a igreja desde sempre”, afirma o padre Júlio César Melo Miranda.

Lina Cardoso Chiavenato, a Dona Nonô, completa cem anos em junho e há mais de 60 participa das missas da paróquia da Vila Tibério. Na celebração de abertura do ano jubilar, Dona Nonô entrou com o Livro Tombo da paróquia e se emocionou com a homenagem.

“O livro é tão velhinho, está tão estragado, que eu precisei ter muito cuidado para não cair os pedacinhos. Fiquei muito emocionada. Até hoje eu olho pra Santa e falo ‘será que eu mereci tudo isso?’”, conta.

Todos os quatro filhos de Dona Nonô foram batizados e casados no Santuário de Nossa Senhora do Rosário. Os sete netos também receberam o bênção do batismo na mesma igreja. 

“Gosto muito daqui. Eu escolho minhas melhores roupas para vir à missa. Outro dia falaram pra mim ‘a senhora está sempre bonita, de roupa nova’, eu falei ‘eu só vou vestida assim pra visitar Nossa Senhora’”, diz. 

A idosa frequenta as missas de quarta, às 15h, e aos domingos, às 18h. “Conheço todas as senhoras de idade daqui. Fiz muitas amizades”, diz.

Segundo Dona Nonô, um dos segredos para chegar aos cem anos é a fé. “Na vida, a gente passa por bons e maus pedaços. Nos maus, a gente tem que se agarrar a Deus e a Nossa Senhora. Aí, é só ter uma vida normal, transmitir paz, tranquilidade e evitar as encrencas.”

Pastoral do Idoso

Por ser um bairro antigo de Ribeirão Preto, grande parte dos moradores da Vila Tibério é idosa. Uma preocupação da Paróquia Nossa Senhora do Rosário é assegurar que esses moradores tenham qualidade de vida na terceira idade.

“O desafio dos próximos anos no Brasil é a pessoa idosa, por isso, temos a Pastoral da Pessoa Idosa. Fazemos visitas às casas para estabelecer uma relação de amizade e orientar as famílias nos cuidados com os idosos. No entanto, precisamos de mais voluntários, pois a demanda no bairro é muito grande”, afirma o padre.

Da união em cima do altar para as fotos nas paredes

“Essa paróquia faz parte da nossa vida”, diz o aposentado Alberto Nicolau Antoniazi, de 72 anos.

Alberto foi batizado, crismado e fez a primeira comunhão na Paróquia Nossa Senhora do Rosário. Na década de 60 conheceu a dona de casa Maria Aparecida de Moraes Antoniazi, 66, com quem subiu ao altar da igreja no dia 15 de janeiro de 1966. Aquele dia ficou eternizado em fotos. Uma delas está na parede do Santuário.

O casal tem três filhos e quatro netos e faz parte da Pastoral Familiar há 14 anos. “A religião é muito importante para vida do casal. Na igreja temos um grupo de amigos, um suporte”, conta Maria Aparecida.

O aposentado Antônio Cruz, de 65 anos, e a dona de casa Eloisa Cruz, 62, também fazem parte da história da igreja e têm a foto de casamento na parede do Santuário.

“Casamos no dia 2 de janeiro de 1969. Sempre moramos na Vila Tibério e eu fui batizada, crismada e fiz a primeira comunhão aqui, por isso escolhemos a paróquia para o nosso casamento”, conta a dona de casa.

Quando era criança, Eloisa ia a igreja todos os dias com medo do fim do mundo. “Tinha uma lenda de que se a bolinha que está na mão da imagem do Menino Jesus de Praga caísse, o mundo acabava. Então, eu ia rezar pra ele não perder a bolinha.”

O casal sempre teve uma forte participação na paróquia. Em 1988, fizeram o Encontro de Casais Com Cristo e a Pastoral do Batismo e há 23 anos rezam o terço todas as segundas-feiras. O próximo objetivo deles é batizar o bisneto Miguel, de oito meses. O batizado está marcado para o dia 19. “A gente gosta muito dessa paróquia. Se Deus nos der saúde e vida, nossas Bodas de Ouro será aqui”, diz.

Final de semana será repleto de comemorações

Na próxima sexta-feira, 4, a Paróquia Nossa Senhora do Rosário receberá a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima. A visita faz parte das comemorações do ano jubilar.

Uma missa, às 19h30, celebrará a chegada da imagem. No sábado, às 6h, haverá uma missa e às 16h será rezado o rosário. Às 18h, outra missa será celebrada, seguida de uma procissão luminosa na praça Coração de Maria e de uma vigília na igreja.

No domingo, às 8h, o arcebispo de Ribeirão Preto, Dom Moacir Silva, celebrará uma missa para depois os jovens levarem a imagem de Nossa Senhora de Fátima para visitar as famílias da Vila Tibério.

Durante todo o ano, diversas festividades vão comemorar o centenário da paróquia. No dia 27 de abril terá um encontro de gerações com pais e filhos da igreja. Em julho, será realizada a Copa do Centenário e, em agosto, ocorrerá um encontro de famílias da paróquia.

Em setembro, será realizado o encontro de jovens e em outubro começam as comemorações da festa de Nossa Senhora do Rosário, celebrada no dia 7 de outubro.

Paróquia N. S. do Rosário 

O Santuário está localizado na rua Martinico Prado, 599, Vila Tibério. O telefone para contato é o 3625-1336. A secretaria funciona de terça a sexta, das 8h às 19h30, e aos sábados, das 8h às 18h.





Nenhum comentário: