quinta-feira, 12 de junho de 2014

Aberta exposição sobre Chico Xavier na FEB-RIO

No dia 10 de junho foi aberta a exposição Chico Xavier, no Espaço Cultural da Sede Histórica da Federação Espírita Brasileira de sua na cidade do Rio de Janeiro, localizada à Av. Passos 30. 

A abertura da exposição foi realizada com descerramento da fita simbólica pelo presidente da FEB Antonio Cesar Perri de Carvalho, vice-presidente Maria de Lourdes Pereira de Oliveira, diretores Affonso Soares, Regina Lúcia de Souza Barbosa Rodrigues e Tânia de Souza Lopes. 

A prece foi proferida pela vice-presidente e o presidente da FEB fez a saudação, comentários alusivos ao momento e homenageou a ex-funcionária Rúbia da Costa Guimarães, que interagiu com ex-presidentes da FEB e Chico Xavier. 

Compareceram companheiros da Rádio Rio de Janeiro, CEERJ, Cruzada dos Militares Espíritas, Boletim Informativo do SEI, de outras instituições da cidade, Walter Ferrari do Museu Espírita de São Paulo, de outras instituições da cidade, Walter Ferrari do Museu Espírita de São Paulo, colaboradores, funcionários e frequentadores da FEB, Boletim Informativo do SEI e web TV Nova Luz (www.tvnovaluz.com)


A exposição reúne 35 telas a óleo do artista plástico Napoleão Figueiredo sobre personagens e fatos marcantes da vida do médium mineiro Francisco Cândido Xavier (1910-2002), desde sua infância em Pedro Leopoldo (MG) até suas históricas participações no programa jornalístico Pinga-Fogo da extinta TV Tupi em 1971, que serviram de base para o filme biográfico sobre o médium dirigido por Daniel Filho em 2010. 

Paralelamente à exposição Chico Xavier, o Instituto Canuto Abreu, em parceria com a FEB, expõe no mesmo espaço uma série de documentos históricos reunidos pelo intelectual espírita Silvino Canuto Abreu (1892-1980), incluindo uma réplica de uma carta de Allan Kardec (1804-1869), o Codificador da Doutrina Espírita, solicita permissão ao Prefeito de Paris para fundar a Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, o primeiro centro espírita do mundo, e mensagens do espírito Emmanuel psicografadas por Chico Xavier em 1948, 1952 e 1958. Oceano Vieira de Melo e a diretora Regina Lúcia de Souza Barbosa Rodrigues são, respectivamente, o curador e a responsável pela Exposição. 

Com entrada gratuita, as duas exposições ocorrem de 10 de junho a 10 de setembro de 2014, de segunda à sexta-feira, das 10h00 às 16h00. 

Informações: 
fone:
 021-3078-4747.



Nenhum comentário: