quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Legado científico das civilizações muçulmanas é apresentado em peça no Butantan

As descobertas da chamada “Idade do Ouro” da civilização muçulmana, incluindo a álgebra, o astrolábio e as máquinas de contagem do tempo, são temas de um espetáculo teatral em cartaz no Instituto Butantan, em São Paulo.

O teatro faz parte do programa: “1001 Invenções”, lançado na terça-feira (23/09), que inclui vídeo e materiais educativos para contar a história de mais de mil anos da ciência e do legado científico das civilizações muçulmanas. 

O programa fica no Butantan até o dia 29 de setembro e é voltado a alunos do segundo ciclo do ensino fundamental e do ensino médio.

Em 45 minutos, quatro atores interpretam cientistas do passado, abordando as descobertas científicas da história.

As apresentações são feitas para alunos de escolas, com visitas previamente agendadas. No sábado (27/09), porém, haverá duas seções abertas ao público.

O programa foi produzido pela organização educacional “1001 Inventions”, do Reino Unido, e contou com a parceria do Instituto Butantan, do Museu do Catar, do Ministério da Cultura do Catar e do governo do Estado de São Paulo. Ele integra as ações do Ano Cultural Brasil–Catar 2014.

“O programa é muito importante para inspirar nossas crianças, porque ajuda a demonstrar que a ciência é global e que outras civilizações têm contribuído para o mundo em que nós vivemos desde sempre. Esta viagem ao passado pode nos ajudar a construir um futuro melhor”, disse Jorge Kalil, diretor do Instituto Butantan.


Mais informações: 




Nenhum comentário: