quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Escolas de Xinjiang desencorajam a prática de religião em casa


As escolas da maior região muçulmana da China, Xinjiang, onde vários ataques mataram centenas de pessoas nos últimos meses, vão ativamente desencorajar práticas religiosas em casa, diz hoje a imprensa oficial.

Os diretores de mais de 2.000 infantários, escolas primárias e secundárias em Kashgar, junto à fronteira da China com o Paquistão, comprometeram-se a "defender a escola contra a infiltração da religião", de acordo com o jornal oficial Global Times.


Os membros do Partido Comunista, professores e estudantes menores não devem praticar religião, nem na escola nem em casa, disse ao jornal um responsável pela pasta da educação.




Nenhum comentário: