quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Pastores aprenderão sobre ciência nos seminários dos EUA - Por Jarbas Aragão


A nova geração de líderes cristãos será capaz de oferecer respostas mais complexas quando falarem sobre assuntos científicos. 

Uma nova iniciativa nos EUA ofereceu um milhão e meio de dólares para 10 seminários cristãos com o intuito de que além de teologia os futuros pastores aprendam sobre ciências.

Os seminários selecionados representam uma ampla diversidade denominacional, demográfica e geográfica, incluindo desde os mais tradicionais até pentecostais. São eles:
  • School of Divinity – Regent University (Virginia Beach, VA)
  • Escola de Divindade, da Howard University, (Washington, DC)
  • Andover Newton Theological School (Newton, Mass.)
  • Universidade Católica da América (Washington, DC)
  • Columbia Theological Seminary (Decatur, Ga.)
  • Seminário Concórdia (St. Louis)
  • Seminário Teológico Luterano em Gettysburg (Pensilvânia)
  • Escola Jesuíta de Teologia na Universidade de Santa Clara (Berkeley, Califórnia.)
  • Seminário Bíblico Multnomah (Portland, Oregon).
  • Escola de Divindade da Wake Forest University (Winston-Salem, Carolina do Norte)

O dinheiro foi levantado pela Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS), com financiamento da Fundação John Templeton. 

Cada instituição terá “Ciências” como parte de seu currículo por pelo menos um semestre. Segundo a AAAS, o programa Ciência nos Seminários irá impactar a vida dos seminaristas e dos membros de suas futuras igrejas.

O projeto-piloto baseia-se no fato de que “muitas pessoas pedem para orientação seus líderes religiosos sobre questões relacionadas com a ciência e tecnologia, embora nem sempre os membros do clero recebam formação na área cientifica”, explica Jennifer Wiseman, diretora do comitê de Diálogo de Ciência, Ética e Religião da AAAS.

Uma pesquisa conjunta realizada pela AAAS 2013 e sociólogos da Universidade Rice descobriram que alguns cristãos (especialmente os evangélicos) são mais propensos que o público em geral a consultar um líder religioso quando têm alguma dúvida sobre a ciência. 

“O projeto Ciência dos Seminários visa dotar os líderes religiosos com uma base científica sólida para abordar questões da congregação”, disse Wiseman.

O levantamento da AAAS também sugeriu potencial conflito entre religião e ciência. Vinte e dois por cento dos cientistas (e 20% do público em geral) dizem que as pessoas religiosas são hostis à ciência. 

Por outro lado, 22% da população em geral pensa que os cientistas são hostis à religião. Enquanto 52% dizem acreditar que a ciência e a religião estão em conflito.

Ciência nos Seminários pretende ainda organizar conferências para seminários católicos romanos. O material também ficará disponível online no ScienceforSeminaries.org. Com informações de Christian Today e Huffington Post






Nenhum comentário: