segunda-feira, 23 de março de 2015

Com time brasileiro, sem palavrões e muita fé, começou a Copa do Vaticano



Começou neste mês de março a: 

9ª edição da Clericus Cup
ou Copa do Vaticano

Que é disputada por 16 equipes formadas por seminaristas e sacerdotes de vários colégios católicos que representam 67 países, e o Brasil entrou na disputa com o Pontificio Collegio Pio Brasiliano.

Mas a performance dos brasileiros até o momento não é das melhores. Com duas partidas já disputadas dentro da chave C da competição, a equipe verde e amarela já acumula duas derrotas - 2 a 0 diante do Collegio Pio Latinoamericano e 3 a 2 contra o Istituto Teologico San Pietro. Quase eliminado, o Pio Brasiliano encerra sua participação na fase de grupos contra o Pontificio Collegio Spagnolo.

A classificação final dos times, porém, é apenas um detalhe. "O torneio é uma expressão do crescente entusiasmo pelo futebol no Vaticano. O esporte é uma experiência importante para a juventude através da religião", disse o presidente do torneio, Alessio Albertini.

E para o bom andamento da Clericus Cup, algumas regras um tanto quanto rígidas são aplicadas. Na questão disciplinar, por exemplo, qualquer jogador que criticar o árbitro de forma mais acintosa ou que proferir palavrões e xingamentos nas partidas, estará imediatamente banido da competição.

Os jogos são disputados em dois tempos de 30 minutos e os árbitros podem aplicar, além dos cartões amarelo e vermelho, o cartão azul, o atleta fica fora da partida por cinco minutos. O número de substituições também é diferente do habitual, já que o regulamento permite cinco alterações, e não somente três.

Criada em 2007, durante o pontificado do Papa Bento XVI, a Clericus Cup tem apoio do Vaticano e é organizada pelo Centro Sportivo Italiano (CSI) e patrocinada pelo Departamento de Esportes da CEI (Conferência Episcopal Italiana), pelo Pontifício Conselho para os Leigos e pelo Pontifício Conselho para Cultura. Os jogos acontecem no Oratório San Pietro.

Histórico e equipes

O atual campeão do torneio é o Pontificio Collegio Urbano, mas o time que possui mais títulos é o Redemptoris Mater, com três conquistas. Depois aparece o bicampeão North American Martyrs, e com um título no currículo estão Mater Ecclesiae e Pontificia Università Gregoriana. A equipe brasileira nunca levantou a taça.


Para edição de 2015, as equipes em disputa são essas: North American Martyrs, Collegio San Paolo Apostolo, Pontificio Collegio Urbano, Pontificio Seminario Gallico, Pontificia Università Gregoriana, Collegio Messicano, Collegio Pio Latinoamericano, Pontificio Collegio Pio Brasiliano, Istituto Teologico San Pietro, Pontificio Collegio Spagnolo, Altomonte, Mater Ecclesiae, Sedes Sapientiae e Agostiniani-Guanelliani.




Nenhum comentário: