segunda-feira, 11 de maio de 2015

Advogado é preso ao perturbar culto com som alto em carro – Por Luísa Buzin


Som do carro atrapalhava celebração, mas ele se negou a diminuir o volume mesmo após pedido de policiais.


Um carro de som com música muito alta foi o motivo para um advogado, 27 anos, e um amigo dele, 23, serem presos por perturbar a ordem de culto religioso e por desacato. 

Os dois tinham voltado de uma festa na manhã deste domingo (10/05) e estavam ouvindo música alta próximo à pracinha do bairro Marcílio de Noronha, em Viana. A partir da reclamação de um membro de uma igreja, dois policiais militares abordaram o grupo, pedindo para baixarem o volume do som por duas vezes.

Os PMs relataram que o volume teria sido aumentado pelos amigos, após duas abordagens. Na terceira vez, os policiais pediram que o aparelho de som fosse desligado e enfrentaram resistência, prendendo o dono do carro por desacato.

Mesmo sem ter sido conduzido à delegacia com o amigo, o advogado disse ter ido ao local e que foi impedido de falar com o amigo. Os dois reclamam de abuso de força dos policiais, que os jogaram no chão e também prenderam o advogado por desacato.

Segundo o delegado de plantão na Delegacia Regional de Cariacica, Rafael da Rocha Correa, os dois foram presos por desacato porque o advogado teria tratado os policiais civis e militares com palavras de baixo calão e perturbado a ordem na delegacia. Uma fiança de R$ 1 mil foi estipulada pelo delegado para cada um dos detidos. O valor foi pago e os dois foram liberados na tarde do domingo.



Nenhum comentário: