quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Cultura, história e religião em destaque nas Festas do Senhor e São Tiago/Portugal - Por Patricia Pereira.



Festas do Senhor e São Tiago dinamizaram noites de 20 a 26 de julho. Bênção de uma imagem nova do padroeiro, exposição de pintura e procissões foram alguns dos momentos altos das festividades.

Era impossível ficar indiferente a tamanha obra de arte criada no cruzeiro em pleno Souto da Lagoa. Horas de empenho voluntário resultaram num arranjo floral que punha curiosos de todas as idades largos minutos a contemplá-lo na noite de sábado, 25 de julho. Mas este não foi o único motivo de interesse das festas do Senhor e São Tiago. Foram vários os momentos culturais e religiosos programados para fazer jus ao lema das festas: “Gratidão e homenagem”.

O primeiro dia, 18 de julho, foi escolhido exatamente para assinalar os 261 anos em que bougadenses, sob orientação do abade de então, assinaram a escritura definitiva para a construção da Igreja Matriz arquitetada por Nicolau Nasoni.

“Era e é um dever de gratidão a todos esses valorosos homens e mulheres que trabalharam, com certeza, sem receberem recompensa alguma e afincadamente durante algumas décadas para que hoje esse templo magnífico e opulento seja considerado um dos melhores ex-libris do nosso concelho”, assinalou António Costa, tesoureiro da Confraria do Senhor e São Tiago.

A bênção de uma imagem nova do padroeiro São Tiago, uma réplica daquela que se encontra no altar-mor da igreja matriz e que servirá para andar nas procissões da paróquia, foi outro dos momentos altos da festa deste ano. A complementar as celebrações religiosas, cumpriram-se as habituais procissões no sábado e no domingo, além das eucaristias solenes.

Já a vertente profana trouxe a Bougado muitas atividades culturais, desportivas e recreativas “para todos os gostos”, começando com a inauguração de uma exposição de pintura da trofense Helena Araújo. A noitada de sexta-feira ficou marcada pela atuação do grupo musical famalicense Fammashow. No sábado, foi o fado que esteve em destaque.

No sorteio realizado nas festas, os premiados foram: José Magalhães Moreira (1.º), Flor do Ave (2.º) e Bruno Pinto (3.º). Em nome da Confraria do Senhor e São Tiago, António Costa agradeceu “a todos os bougadenses que contribuíram para o êxito das festas, alguns em particular que, além de darem o seu contributo financeiro, apoiaram na decoração da Igreja Matriz, andor e cruzeiro”. 

E, no fim, deixou o pedido “a todos os bougadenses e autoridades civis para que estejam mais atentos à história da freguesia, porque Santiago de Bougado tem um grande património que deve ser explorado, valorizado e tratado com mais carinho”.







Nenhum comentário: