quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Natal é principal data religiosa para 91% dos marilienses – Por Marcelo Moriyama




Segundo historiadores, data celebrava o nascimento anual do Deus Sol, se tornando o dia do nascimento de Jesus pela Igreja Católica no século III.

O Natal no Brasil se tornou o período do ano em que mais se reúnem as famílias e amigos em torno de uma festividade. Se a data se confunde cada vez mais com a imagem comercial de Papai Noel, envolto à diversão e troca de presentes, na cidade esse dia ainda é considerado o mais importante do ano para as três principais religiões cristãs de Marília, a católica, as evangélicas e a espírita, que representam 91,8% da população da cidade.

Segundo historiadores, originalmente destinada a celebrar o nascimento anual do Deus Sol no solstício de inverno (natalis invicti Solis), a festividade foi ressignificada pela Igreja Católica no século III para estimular a conversão dos povos pagãos sob o domínio do Império Romano e então passou a comemorar o nascimento de Jesus de Nazaré.

Mas no Brasil o Natal ainda mantém forte simbolismo religioso, pois ainda é a maior nação católica do mundo, com 64,6% de fieis (já foi 91,8% em 1970). Os dados são do Censo de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Em Marília o número é um pouco menor, de 62,6% (135 mil) de católicos. Os evangélicos já são 25,3% (55 mil) e os espíritas 3,2% (7 mil). As três mais representativas religiões da cidade, que somadas formam a maioria cristã, de 91,1% dos marilienses. Os 9% de não cristãos em Marília não passam de 23 mil, entre budismo (1.743), islamismo (79), esoterismo (113), umbanda e candomblé (266) e com maioria sendo os sem religião (11.428). 

Para a católica fervorosa, legionária de Maria, o Natal é a mais importante data de sua religião, que celebra não só o nascimento de Jesus, como o fortalecimento da família. “Hoje tenho 82 anos e desde criança que rezo a novena de Natal, inclusive na véspera da ceia, todos os anos, junto de toda minha família. Tem ano que chega a reunir mais de 100 pessoas em torno da mesa, entre amigos e familiares”, Carmelita da Silva de Souza.

Celebrações envolvem 18 paróquias, 200 templos e 30 centros espíritas

Das duas maiores religiões, a maior, a católica, conta com 18 paróquias e cada uma oferece celebrações de missas é ritos em celebração ao Natal. Na Catedral de São Bento haverá missa às 19h30 do dia 24 e do dia 25. 

Depois vem a religião evangélica, com três subdivisões e 16 ramificações, se dividindo em mais de 200 templos. Cada uma oferece uma programação própria para celebrar o nascimento de Cristo. 

Já os espíritas kardecistas possuem 30 centros espalhados pela cidade e todos celebram o nascimento de Jesus, mas não com ritos e sim com estudos da bíblia.

O Bispo Dom Luiz Cipolino, líder católico local, ainda não proferiu sua mensagem de Natal deste ano. O Papa Francisco também não, mas em encontro com as famílias dos funcionários do Vaticano, no início da semana, já deu um pouco do mote do que deve enfatizar em seu segundo discurso natalino como pontífice. Segundo veiculado pela Rádio Vaticano: Papa Francisco destacou a importância do zelo familiar, incentivando a todos a zelar pelos maridos, esposas e filhos. 

O Papa afirmou que o matrimônio é como uma planta, uma planta que está viva e que precisa ser cuidada todos os dias. “Igualmente, a vida de um casal jamais deve ser dada por ‘óbvia’, em nenhuma fase...” e convidou a recordar que o dom mais precioso para os filhos não são as coisas, mas o amor dos pais, o amor entre eles em sua relação conjugal, “o que faz bem tanto a eles mesmos como a seus filhos”.

Já o presidente do Conselho dos Pastores de Marília, o Pastor Juliano Freire, o Juba, destaca que as diferentes denominações evangélicas interpretam de diferentes modos o Natal, uns celebrando mais, outros celebrando menos, mas todos em comum comemoram o dia do nascimento de Jesus Cristo.

“Para nós o Natal é como uma festa de aniversário e o aniversariante, o principal personagem da festa, é Jesus. Nessa época festejamos como todos os brasileiros, mas vemos a data como um grande dia para se glorificar a Deus e pedir paz na terra”.

A professora de espiritismo do centro Luz e Verdade, Silvia Shauer Valderramas, o espiritismo é uma filosofia e uma ciência que tem como base a religião cristã, o estudo dos ensinamentos de Cristo pela ótica mediúnica interpretada por Alan Kardec. "Para nós esta é também uma das datas mais importantes de nossa fé”.

Ela convida a todos para no dia 24 de Dezembro, às 20h, assistirem ao orador Jose Alfredo Santana, que apresentará a Palestra de Natal: Os Espíritas entenderam a missão de Jesus? “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao pai senão por mim”.





Nenhum comentário: