segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Festival mistura ritos de religiões africanas no fim de ano em Macapá – Por Abinoan Santiago

Religiões do candomblé, umbanda e mina de nagô farão parte do evento. Festival antecede o Réveillon na orla da capital. A cultura afro-brasileira vai invadir o anfiteatro da Fortaleza de São José de Macapá, na segunda-feira (30). 

Adeptos do candomblé, umbanda e mina de nagô vão poder acompanhar o tradicional rito das religiões na terceira edição do: 

Festival Águas Amazônicas na Rota de Yemonjá (Faaroyemon)

evento que antecede o Réveillon na capital. Os ritos vão iniciar as 19h e a meia-noite acontecerá a tradicional oferenda às margens do rio Amazonas, no Trapiche Eliezer Levy.

De acordo com os organizadores, o evento já está consolidado por quebrar o preconceito com as religiões de matriz africanas. "Um dos focos do festival é agregar e confraternizar as religiões com adeptos e simpatizantes", disse um dos coordenadores do festival, pai José de Osossi.

A festividade deve receber duas mil pessoas durante a confraternização de 2013, número maior que o do ano anterior, quando 1,5 mil pessoas participaram da festa, segundo calculam os organizadores.  Três quintetos de músicos serão os responsáveis por dar ritmo ao festival, que tem como lema a preservação ao meio ambiente.

Durante o ritual, as pessoas receberão a benção de 11 sacerdotes de religiões africanas. A novidade para este ano é a participação do padre Paulo Roberto, representando o catolicismo para destacar a união entre as crenças.

O tradicional banho de cheiro, um dos momentos mais aguardados do festival, está confirmado para 2013. Ele será à base de ervas e perfumes.

"Vamos fazer o banho de cheiro para as pessoas que desejam entrar o ano de 2014 com bastante energia positiva e muita sorte", garantiu pai Rogério de Odé, membro da comissão de organização do Festival Águas Amazônicas da Rota de Yemanjá.

Oferendas


O festival é conhecido por mesclar a fé da cultura africana com a preservação ao meio ambiente. Como as oferendas à Yemanjá serão depositadas em uma barca no rio Amazonas, os organizadores do evento orientam o uso de materiais biodegradáveis.



Nenhum comentário: