segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Novo Shinto no Brasil

A imigração japonesa trouxe ao Brasil o Shinto que possui seu próprio fundador e ensinamentos. Neste tipo se encaixam, entre outras a Tenrikyo, a Konkokyo, a Oomoto, a Seicho no Ie e a Sekai Kyusei Kyo.

Em Tenri, cidade do interior da Província de Nara, no Japão, fica a Sede Principal da Tenrikyo onde são realizadas as grandes cerimônias e também as cerimônias mensais. 

Denominado Jiba, o berço da humanidade, local da criação original do homem segundo a Tenrikyo e o local onde reside o seu Kami,Tenri-O-no-Mikoto.

Em geral, Jiba pode significar lugar, terra ou local, mas refere-se ao local no centro do santuário principal, que é marcada por um pedestal de madeira chamado de Kanrodai. É o lar original da humanidade e a fonte de vida que não pode ser encontrado em qualquer outro lugar. 

São evocados fortes sentimentos de intimidade pelos adeptos demonstradas por frases segundo a tradição oral, como "Jiba é o lugar onde o seu jiji (avô) e a baba (avó) estão" e "Jiba é estar perto de seus oya (pais). "   

O santuário principal se encontra rodeado por mais quatro santuários edificados nos quatro lados, conhecidos como Oyasato, nos pontos cardeais, permitindo que o santuário principal possa ser reverenciado dos quatro lados.

Oyasato, significa terra dos pais, nos ensinamentos da Miki Nakayama, e é a morada dos pais que nos geraram. E também, o local onde kami recebe os seus filhos que regressam para reverenciá-lo. Todas as pessoas que visitam Jiba são recepcionados com as seguintes palavras: “Okaerinassai","bem-vindos de volta" .

As comidas, por exemplo, devem ser embaladas em pratos de isopor ou em folhas naturais.  Os presentes que serão transportados em cestas de vime, devem ser levados em cestas confeccionadas com palha. Recipientes de plástico e metal devem ser substituídos pelos de madeira. Ao invés de bonecas de plástico, deverão ser utilizadas as de pano.


Os frascos de perfume e de champanhe terão seus conteúdos derramados nas águas do rio Amazonas, e os vidros guardados para serem depositados em sacos de lixo espalhados pela orla.

Referências

Tenrikyo do Brasil. Disponível em:<http://www.tenrikyo.org.br/home/oyassato> Acesso em: 30 dez. 2013.
Tenrikyo do Japão. Em português. Disponível em:<http://www.tenrikyo.or.jp/por/> Acesso em: 30 dez. 2013.
Live views of Tenrikyo headquarters Main Sanctuary. Located in Tenri city, Nara Prefecture, Japan.Disponível em:<http://www.tenrikyo.or.jp/cam/view1.html> Acesso em: 30 dez. 2013.




Nenhum comentário: