sábado, 29 de março de 2014

Ato reúne lideranças religiosas em favor de acreanos e rondonienses - Por Celis Fabrícia

Lideranças religiosas cristãs, indígena, espírita e de matrizes africanas se uniram em um ato de fé e clamor pelas famílias do Acre e de Rondônia.

Com a elevação dos níveis dos rios Acre e Madeira, acreanos e rondonienses enfrentam situações adversas. Com o propósito de buscar a ajuda divina, os líderes se reuniram no final da tarde de sexta-feira, 28, no Novo Mercado Velho, em Rio Branco.

O ato foi organizado pela primeira-dama do Acre e Coordenadora do Acre Solidário, Marlúcia Cândida que, com todos os participantes abriu a solenidade com a oração universal do Pai Nosso. Cada líder pode também expressar, de acordo com sua crença, a visão que têm a respeito desses fenômenos naturais e também pedir que haja mudanças.

“É uma unidade na diversidade. Estamos pedindo a Deus para que ele ajude a população dos dois estados,” destacou o Padre Mássimo Lombardi. A população que acompanhou a programação pode ainda ouvir músicas que falavam sobre milagre e ressaltavam a importância da fé.

“É um momento de fé. E todos quem têm fé  podem se unir a esse clamor fraterno e de unidade,” ressaltou Jucemir Bernardino de Farias, presidente da Associação de Ministros Evangélicos do Acre (Ameacre).

O momento também foi de gratidão pela vazante do Rio Acre e para que as famílias possam ter um retorno tranquilo e retomar suas atividades. “Com as orações que têm sido feitas por vocês e todas as comunidades vamos conseguir que a vida volte a ser como era antes e até melhor,” concluiu Marlúcia Cândida.

O que disseram:

“Agô, perdão, paz e que a natureza se acalme e convivamos todos juntos.” José de Arimatéia, representante das religiões de matrizes africanas.

“Nesse momento nos solidarizamos com todos que foram atingidos pela cheia e pedimos à mãe natureza que minimize esse problema natural que está acontecendo”. Zezinho Kaxinawa, representante dos povos indígenas.


“Que todos nós voltemos nosso coração para Deus.” Gicélia Viana, primeira-dama de Rio Branco.



Nenhum comentário: