terça-feira, 9 de setembro de 2014

Veja onde você pode ser preso, ou até morto, por blasfêmia – Por Gabriela Ruic

Pesquisa revela que o ato de desrespeitar uma religião com palavras ofensivas é crime em 22% dos países. 

No Paquistão, a blasfêmia pode ser punida com morte.

A blasfêmia, o ato de desrespeitar uma religião com palavras ofensivas, é vista como crime em 22% dos países do mundo. 

De acordo com números do instituto de pesquisas Pew Research Center, leis que criminalizam esta conduta podem ser encontradas em todas as regiões do planeta.

Segundo a pesquisa, a maioria dos países que condenam o ato está no Oriente Médio e no norte da África. 

Dos 20 analisados nestas regiões, 14 enxergam a blasfêmia como um crime que pode ser punido com multa ou até mesmo pena de morte. Na região Ásia-Pacífico, a previsão legal pode ser encontrada em nove dos 50 avaliados.

O Paquistão é um deles. Até meados de 2014, 17 pessoas encontravam-se no corredor da morte pelo crime e, desde 1990, 60 foram mortas. 

Nesta lista, informa a rede de notícias Al-Jazeera, estão advogados especializados na defesa de direitos humanos e até políticos que tentaram, inutilmente, modificar a severa lei paquistanesa.

A África subsaariana é a região menos rigorosa em relação ao assunto. Segundo o Pew Research Center, apenas três entre os 48 países estudados criminalizam a conduta. Na Europa, sete, dos 45 avaliados, contam com leis contra blasfêmia e, nas Américas, 11 entre 35.

A pesquisa investigou ainda o comportamento dos países quando o assunto é a apostasia, o abandono de uma religião. A análise mostra que previsões legais condenando esta prática são menos comuns e estão presentes em apenas três regiões, totalizando 21 países, como o Sudão, por exemplo.

No início do ano, divulgou a BBC, veio à tona o caso de uma mulher sudanesa que foi condenada à morte por enforcamento depois que as autoridades entenderam que ela teria abandonado a fé islâmica ao se casar com um homem cristão.

Religião proibida

Se existem países que tentam proteger as suas religiões, outros sequer permitem qualquer tipo de manifestação deste tipo. A Coreia do Norte é um dos locais que proíbe e pune qualquer atividade relacionada ao tema, conforme informa um estudo conduzido pelo Departamento de Estado dos EUA.


Ainda segundo esta pesquisa, em lugares como a China, Cuba, Tajiquistão, Turcomenistão e Uzbequistão, atos religiosos não são vistos como ilegais, desde que previamente autorizados pelo governo. 

O Tadjiquistão é ainda o único país do planeta onde a participação de menores de 18 anos em atividades religiosas realizadas em locais públicos é vedada. 




Nenhum comentário: