quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Boko Haram mata centenas de pessoas em ataque no nordeste da Nigéria


Centenas de pessoas foram assassinadas ontem pela milícia islamita Boko Haram no segundo ataque em menos de uma semana na cidade de Baga, localizada às margens do lago Chade, no nordeste da Nigéria, confirmaram nesta quinta-feira à Agência Efe autoridades locais.

Os milicianos não encontraram resistência porque as forças de segurança destacadas em uma base militar próxima fugiram após o primeiro ataque, ocorrido no sábado.

Alguns residentes da localidade que fugiram para a capital do estado de Borno, Maiduguri, disseram à imprensa como os agressores queimaram e saquearam a aldeia e "restou pouco de pé".

"Centenas de milicianos fortemente armados começaram a atear fogo em estabelecimentos e casas e mataram todos aqueles que tentavam fugir", relatou Moussa Maina Yousef, morador da cidade.

Outra testemunha do massacre afirmou que durante sua fuga tinha visto "centenas de corpos" espalhados pelas ruas e que não restou "ninguém" em Baga.

Além disso, as testemunhas que fugiram para Maiduguri afirmaram que várias aldeias ao longo da margem do lago Chade também tinham sido arrasadas pelo Boko Haram, que desde o fim de semana controla a região sem oposição graças à retirada dos militares.

No sábado, centenas de milicianos do grupo islamita atacaram uma base de vários países estabelecida originalmente para combater o crime internacional no lago Chade, cujas águas são compartilhadas por Nigéria, Níger, Chade e Camarões, mas que depois passou a ser utilizada para combater o Boko Haram.

No entanto, devido à crescente pressão do grupo na zona litorânea do lago, as unidades militares dos outros três países se retiraram faz tempo, segundo confirmou o chefe das forças armadas, o marechal Alex Barde.

O militar não deu mais detalhes sobre os combates, apenas que o exército nigeriano tentará organizar uma operação para recuperar a base assim que for possível.


Em sua campanha para estabelecer um califado islâmico no nordeste da Nigéria, o Boko Haram matou mais de 15 mil pessoas desde que iniciou seu enfrentamento com o governo, em 2009.




Nenhum comentário: