segunda-feira, 6 de abril de 2015

Fafe "Terra Justa" promove encontro internacional para debater valores da humanidade/Portugal


A cidade de Fafe acolhe a partir de terça-feira o encontro internacional:

 "Terra Justa" 

Que reúne representantes de várias religiões e ideologias para alertar, provocar e envolver a sociedade para a importância das causas e valores da humanidade.

"Entre 08 e 11 de abril, a cidade de Fafe será a Terra Justa, capital de valores e causas, com conferências, tertúlias de café com convidados nacionais e internacionais, exposições de rua, teatro de rua, debates, música, entre muitas outras atividades", revela a organização.

O Cardeal Óscar Maradiaga, presidente da Cáritas Internacional e líder do "G9" do Papa, e Maria de Jesus Barroso Soares, presidente da Fundação Pro-Dignitate, são as duas individualidades homenageadas nesta primeira edição que também reconhecerá o trabalho de instituições como Médicos do Mundo e Amnistia Internacional.

Para os debates e tertúlias que ocorrerão um pouco por toda a cidade foram ainda convidadas figuras internacionais como Jacqueline Tobias, presidente Instituto para as Relações Culturais Baleares/Israel e representante do mundo judaico, e Abdool Karim Vakil, professor universitário em Londres e especialista no Islão.

Estará presente ainda Agni Vlavianos Arvanitis, presidente da ONG Biopolitics International Organisation e candidata a Prémio Nobel da Paz, que, promete a organização, "possibilitará uma conversa sobre o valor da paz e dos valores, tendo como base a Grécia e a sua atualidade".

O programa inclui teatros de rua, conversas de café, exposições, conferências e a construção de um mural do tempo para "guardar mensagens de diversas personalidades nacionais e internacionais" a serem lidas só em 2040, e tudo com o objetivo de "alertar e envolver as pessoas para os valores e causas globais".

"A própria cidade será inundada com factos, números, dados, textos e histórias reais que remetem para as causas globais e para os grandes valores da humanidade, uma exposição de arte pública que ficará exposta durante mais de um mês", acrescenta a organização.

O "Terra Justa" arranca quarta-feira pelas 10:30 com um teatro de rua, segue-se uma conversa no café South Africa sobre: "Solidariedade como fator de desenvolvimento" com Eugénio da Fonseca, presidente da Cáritas Portugal, e Frei Fernando Ventura, e às 14:30 o cardeal Óscar Maradiaga e Maria de Jesus Barroso Soares estarão no Café Arcada para debater: "O valor da dignidade humana".

Quinta-feira debatem-se temas como "Responsabilidade Social, que desafios?",  "(In)justiças no mundo contemporâneo" e "Desafios Mediáticos à Religião, uma causa perdida?".

Já na sexta é a vez de Diogo Freiras do Amaral falar de "Fraternidade Universal" no Café Arcada e de Abdool Karim Vakil, António Sampaio da Nóvoa, Fernando Ventura e Jacqueline Tobiass debaterem: "A Religião e o Homem, Valores e Causas" na Sala Manoel de Oliveira.

Para o último dia está agendada, às 15:00, uma conferência sobre: "Liberdade de Expressão e Igualdade" com a participação de Mário Soares, Sofia Branco, Carvalho da Silva, Roberto Chichorro e Mafalda Ribeiro. O evento é rematado com uma homenagem, às 21:30, a Maria de Jesus Barroso Soares.


Ao longo dos quatro dias de Terra Justa, o Edifício Transparente de Fafe inaugura as exposições: "Símbolos, Maria de Jesus Barroso Soares", "Amnistia Internacional", "Cáritas, A caridade: Missão e Vida da Igreja" e "Médicos do Mundo 1980-2015".






Nenhum comentário: