quinta-feira, 7 de maio de 2015

Muçulmanos serão homenageados em Brasília


Câmara dos Deputados Federais terá sessão solene para comunidade islâmica que vive no Brasil nesta sexta-feira (08/05). Requerida pelo político Wadson Ribeiro (PCdoB-MG), proposta ressalta respeito à diversidade.

A Câmara dos Deputados Federais vai sediar na sexta-feira (08/05) uma homenagem à comunidade muçulmana do Brasil. A sessão solene acontece no plenário da casa, a partir das 15 horas, e deve reunir representantes da religião no País, segundo informações da assessoria de comunicação do deputado Wadson Ribeiro (PCdoB-MG), que propôs a homenagem.

O objetivo é promover o debate sobre a liberdade de culto, a intolerância religiosa e o respeito à diversidade cultural. “A sessão ocorre em um momento peculiar do cenário político internacional. Há uma grande deformidade em relação aos muçulmanos e a religião islâmica que prega a harmonia e a paz”, afirmou o político em material divulgado.

Ele afirma que a comunidade muçulmana tem exercido participação significativa na vida política, econômica e social do Brasil de forma crescente. De acordo com informações divulgadas pelo deputado, com base em dados das entidades islâmicas, existem atualmente cerca de 1,5 milhão de muçulmanos no País, número que inclui os convertidos.

“Nada mais justo que a Casa do povo, em sessão solene, preste uma homenagem a essa importante e significativa parcela da população brasileira”, afirmou Ribeiro, que é também autor de um projeto de lei que assegura o direito de usar vestimentas ou paramentos religiosos, como véu, lenço, quipá, entre outros, em locais públicos no Brasil.

O deputado é presidente do PCdoB de Minas Gerais. Com 38 anos, ele é médico e começou sua atuação política no movimento estudantil. Foi presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) e da União da Juventude Socialista (UJS), e mais tarde secretário-executivo do Ministério dos Esportes em 2007, durante o governo Lula.





Nenhum comentário: