sexta-feira, 19 de junho de 2015

Declaração do Concílio Mundial Metodista sobre a Igreja em Charleston que sofreu atentado nos USA – Por José Geraldo Magalhães


O mundo acordou na manhã do dia 18, com a trágica notícia dos tiroteios mortais em uma igreja Metodista em Charleston, Carolina do Sul, EUA. 

Segundo investigação das autoridades, ficou claro que os membros da Igreja Metodista Episcopal Africana Emanuel estavam reunidos para o Estudo da Bíblia e oração quando um homem caucasiano por volta dos 20 e poucos anos abriu fogo. O homem estava frequentando a reunião com suas vítimas, e conseguiu escapar de carro. Ele ainda foi capturado.

Entre as vítimas estava a pastora e senadora estadual, Clementa Pinckney, que tem dois filhos pequenos. As informações sobre as outras vítimas ainda não foram divulgadas, mas nove mortos foram confirmados.

O Conselho Metodista Mundial pede oração e apoio às famílias das vítimas e aos membros da Igreja Metodista Episcopal Emanuel Africana que foram tão gravemente afetados por este crime motivado por ódio. A Sra. Gillian Kingston, Vice-Presidente do Conselho Metodista Mundial, emitiu a seguinte declaração hoje cedo:

"Junto com todas as outras pessoas de bem, estamos horrorizados e profundamente tristes ao saber do ato terrível de violência na Igreja Metodista Episcopal Emanuel Africana, em Charleston, Carolina do Sul, na qual nove pessoas morreram. Nossos corações e orações vão para aqueles que estão tão tragicamente enlutadas, aos feridos e suas famílias. Que a força e a graça de Deus possa estar sobre aqueles que estão buscando trazer ajuda e cura nesta situação. Na véspera da apresentação do Prêmio Mundial Metodista da Paz para 2014, somos lembrados que o trabalho em prol da paz deve ser sempre uma prioridade".

O Presidente do Comitê de Assuntos Internacionais e Sociais, Sr. Mbongeni Magagula, também afirmou que "Nós condenamos fortemente esses crimes de ódio contra a humanidade. Nós pedimos para que a paz continue sempre sendo lembrada  e que o “olho por olho” nos fará todos cegos.


A Igreja Metodista Episcopal Africana Emanuel, é a mais antiga igreja de AME no Sul e tem uma das mais antigas e maiores congregações negras ao sul de Baltimore. Ele é carinhosamente conhecida como "Mãe Emanuel", e um dos seus fundadores era abolicionista de renome, Dinamarca Vesey. Uma citação da Irmã Jean German Ortiz na página inicial do site da igreja no dia seguinte aos tiroteios tão apropriadamente afirma: 

"Jesus morreu uma morte apaixonada por nós, então nosso amor por Ele deve ser o mais apaixonado." No meio desta tragédia, a família da Igreja Emanuel AME a comunidade de Charleston possam sentir paz e conforto do Deus que conquistou a própria morte".




Nenhum comentário: