terça-feira, 30 de junho de 2015

Tradição une cultura e religião em festa típica de Silvianópolis, MG – Por Daniela Ayres



Festa do Rosário terminou neste domingo (28/06) com cortejo de congadas. Há mais de dois séculos, festejo mobiliza moradores e turistas da região.

Moradores e turistas se reuniram em Silvianópolis (MG) neste final de semana. Foram três dias de festa para manter viva uma tradição de mais de dois séculos. Mais que uma tradição religiosa, a Festa do Rosário é a celebração de duas culturas que encontraram a harmonia por meio da música, da dança, das cores e da fé.

De origem católica, a devoção a Nossa Senhora do Rosário ganhou força no Brasil com os rituais e simbologias africanos, personificados nas congadas. Com o tempo, São Benedito e Santa Efigênia, santos apresentados como negros, foram incorporados nos festejos.

No Sul de Minas, o encontro anual dos dois rituais usa as mesmas coroas feitas 235 anos atrás. O resultado são imagens de profunda união, como observou o professor de Direito, Rafael Simioni, que acompanhou o último dia do evento, neste domingo (28/06), junto com membros da associação de fotógrafos.

"Só tinha visto algo parecido em Recife e em Lisboa. Senti-me como se tivesse realizado uma viagem no tempo", comenta o professor. 

"Como voltar 50 ou 100 anos de história. As congadas são festividades de união. União entre ritos, crenças, culturas, etnias e gêneros. Uma mistura de culturas, tradições, ritmos e cores muito bonitas."

A abertura da festa aconteceu na sexta-feira (26/06). No sábado (27/06), os festeiros levaram as coroas até a Capela de Nossa Senhora do Rosário em um cortejo dos grupos de congadas. Na capela, os chamados "guardas" da festa fizeram a vigília até a manhã deste domingo, quando o cortejo retornou.

 "A experiência foi incrível", garante o analista de sistemas William Claret Barbosa, que também fotografou a Festa do Rosário com o FCPA. "A reunião de fé e cultura popular é maravilhosa. Não conhecia a festa pessoalmente. Apenas havia ouvido falar da mesma", relata.

Segundo a organização da festa, cerca de 30 ternos de congada participaram da edição 2015, entre grupos locais e da região.






Nenhum comentário: