terça-feira, 17 de novembro de 2015

Vaticano: «Nobel» da Teologia para professores do Brasil e do Líbano



O Vaticano anunciou hoje que a quinta edição do Prémio Ratzinger, considerado o ‘Nobel’ da Teologia, vai distinguir dois professores, naturais do Brasil e do Líbano.

O anúncio foi feito em conferência de imprensa por D. Luis Francisco Ladaria Ferrer, membro do comité científico da Fundação do Vaticano ‘Joseph Ratzinger-Bento XVI’.

O padre brasileiro Mario de França Miranda, jesuíta, é especialista em Teologia Dogmática e, de acordo com a nota oficial divulgada pela Santa Sé, tem-se ocupado também “dos novos desafios teológicas destes últimos tempos, como a teologia das religiões, a inculturação da fé”.

Docente desde 197, foi membro da Comissão Teológica Internacional entre 1992 e 2003, então sob a liderança do cardeal Joseph Ratzinger, hoje o Papa emérito Bento XVI.

Nabil el-Khoury, doutorado em Teologia com uma tese sobre Santo Efrém, o sírio, é professor de Filosofia e literatura comparada em Beirute e na universidade alemã de Tubinga. O premiado é o responsável pela tradução árabe da obra completa de Joseph Ratzinger-Bento XVI.

A distinção aos dois teólogos vai ser entregue no próximo sábado. O Prémio Ratzinger tem como objetivo chamar a atenção da opinião pública sobre os temas teológicos.






Nenhum comentário: