sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Simpósio Espirita reúne médicos e universitários de vários estados em Araxá

O 1º Simpósio de Saúde e Espiritismo de Araxá reúne médicos e estudantes de medicina de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás em Araxá. O evento dividido em duas etapas tem a parte teórica na Flora Urciano e a parte pratica com atendimentos médicos no setor Norte.

O coordenador do simpósio, o universitário araxaense Marcos Renato Castro Ribeiro, explica que o evento traz para Araxá cerca de 20 profissionais da área de saúde de diversas cidades brasileiras. 

“O objetivo é conhecermos de perto a experiência que a Flora Urciano tem há mais de trinta anos com medicamentos fitoterápicos. Em contrapartida trazer para a comunidade de Araxá um pouco dos conhecimentos das universidades de medicina do Brasil”, afirma Marcos.

O acadêmico que estuda da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) diz que o simpósio busca alinhar ao estudo da medicina uma visão integral do ser humano. 

“O evento acontece em Araxá desde a última segunda-feira com estudos sobre os fitoterápicos na parte da manhã na Flora Urciano e todas as tardes os médicos e universitários estão atendendo a comunidade carente do bairro Salomão Drumond com consultas médicas e psicológicas, além de palestra educativas com temas como sexualidade, DST e questões de higiene”, diz o coordenador.

Segundo Marcos, os fitoterápicos foram incluídos no SUS a partir de 2006 e desde então podem ser utilizados como recurso terapêutico pelos profissionais de saúde. 

“Infelizmente as universidades de medicina do Brasil ainda não oferecem disciplinas ou cursos nesta área e por isso temos que buscar conhecimentos em entidades como a Flora Urciano”, revela o acadêmico.

O médico Rafael Latorraca veio de São Paulo especialmente para o Simpósio de Saúde e Espiritismo de Araxá. Segundo ele, este evento é importantíssimo para cobrir uma deficiência no currículo médico. 

“Este tipo de abordagem mais integrativa nós não encontramos nas universidades. A visão que temos do ser humano no curso de medicina é de um saco de reações químicas e na verdade não podemos tratar apenas do corpo físico, mas também temos que levar em consideração os aspectos emocional, social e espiritual dos pacientes”, avalia Latorraca.

O 1º Simpósio de Saúde e Espiritismo de Araxá terá o seu encerramento na manhã deste sábado, 11, a partir das 8h, com uma grande palestra aberta ao público em geral na Casa do Caminho

O presidente da União Espirita Araxaense, Carlos Humberto Martins, convida a todos para participar deste momento que terá entrada gratuita. 

“Este simpósio é realmente muito importante porque propõe aliar a ciência com a religião através da medicina e do espiritismo”, concluiu Carlos.




Nenhum comentário: