sábado, 17 de maio de 2014

Governo da Bahia autoriza reformas em terreiros e templos de matrizes africanas

A reforma de terreiros e templos de religiões de matrizes africanas em Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari, Cachoeira e Maragogipe foi autorizada pelo governo estadual em evento nesta quinta-feira (15), no Salão de Atos da Governadoria, no Centro Administrativo (CAB).

Também foi anunciado o início do processo de licitação para obras de instalação de equipamentos no terreiro Ilê Axè Opó Afonjá, na capital baiana. O conjunto de intervenções soma R$ 4 milhões em investimentos.

Os projetos são realizados em parceira com as associações Brasileira de Preservação da Cultura Afro-Ameríndia (AFA) e a Cultural de Preservação do Patrimônio Bantu (Acbantu). Aproximadamente 24 templos religiosos, que compõem a Acbantu, já foram contemplados e mais 28 estão em reforma.


Já a parceria com a AFA pretende contemplar mais dez territórios culturais de matrizes africanas. No total, os convênios contemplam 64 terreiros com obras de recuperação de telhados, instalações elétricas e hidráulicas, ampliação de estrutura física, delimitação de terrenos e contenções.


Nenhum comentário: