domingo, 29 de março de 2015

PMPR realiza 3.584 atendimentos à policiais e bombeiros militares através do serviço de assistência religiosa


Há dois anos a Polícia Militar do Paraná (PMPR) está desenvolvendo o Serviço de Assistência Religiosa (SAER), pertencente ao Serviço de Ação Social (SAS).

O serviço tem como objetivo realizar atendimentos de capelania para os policiais militares internados em hospitais ou que estejam afastados, bem como para seus dependentes e familiares, além da realização de cultos e missas nas unidades da corporação e demais atividades sociais como arrecadação de alimentos, grupo de orações e serviços pastorais. Nos últimos dois anos foram 3.584 atendimentos realizados pelo SAER.

“O primeiro contato que temos com o policial militar é voltado para a questão religiosa, assistência e visita pastoral. No segundo momento realizamos celebrações de cultos e missas na Academia Policial Militar do Guatupê (APMG), no Colégio da Polícia Militar (CPM) e demais unidades, além de visitações ao Hospital da Polícia Militar (HPM) e a outros hospitais, quando possível, onde estejam internados os policiais militares”, explica o soldado Jonathan Lebedieff dos Santos, que é capelão evangélico da PMPR.

O Serviço de Assistência Religiosa (SAER) também realiza atividades com voluntários, onde são feitas visitas ao HPM, além da arrecadação de alimentos para doação, grupo de orações e prestação de serviços sociais e pastorais. No ano de 2013 e 2014 o SAER realizou 3.584 atendimentos, sendo 1092 visitas em hospitais, 492 visitas a residências, 39 funerais, 10 cultos e missas e 18 visitas em unidades da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.


“Durante o atendimento religioso analisamos a situação em que o policial militar e seus dependentes se encontram e repassamos as informações para caso haja a necessidade de um atendimento de serviço psicológico e social. Em alguns casos, com a visita do serviço de capelania nós conseguimos suprir uma parte que o atendimento social ou de psicologia não consegue abranger”, afirma o soldado Jonathan.


Nenhum comentário: