quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Filme sobre Daime estreará em Rio Branco/AC durante festival Pachamama – Por Aline Nascimento e Quésia Melo



'O Império do Floresta' será exibido na quinta (26/11), no Cine Teatro Recreio. Filme faz parte de série sobre religiões e é contado através de personagens.

Tendo como foco a doutrina do Daime, uma das religiões tradicionais da Amazônia, que teve origem no Acre, o documentário 'Santo Daime - O Império do Floresta' de 70 minutos será exibido pela primeira vez nesta quinta-feira (26/11), às 19h no Cine Teatro Recreio. O longa faz parte da programação do VI Festival Pachamama Cinema de Fronteira que será realizado até sábado (28/11), em Rio Branco/AC. 

"Tivemos uma proposta para lançar em um festival no Rio de Janeiro, mas optamos por exibir aqui [em Rio Branco] ,pois é onde boa parte do documentário foi filmado. É a oportunidade única de ver o filme no cinema da forma como pensamos que deveria ser. Acho que dos longas que serão exibidos no Pachamama esse é o único filmado no Acre", destaca o produtor do filme, Tiago Melo.

O trabalho foi dirigido e roteirizado pelo cineasta André Sampaio e faz parte de uma série de quatro produções chamadas de 'Terra de Encantaria' que abordam a religiosidade brasileira.

O Daime foi criado pelo maranhense Irineu Serra em 1912 e tem como principal doutrina a utilização da bebida produzida a partir da junção do cipó-mariri e da folha chacrona, o chá da ayahuasca.

"Queríamos que a série tivesse cenas de todo o Brasil com manifestações muito particulares, não é o caso do Daime que já expandiu para o planeta inteiro. A intenção era ir na origem dessas religiões" explica Sampaio.

Personagens contam a história

Segundo Sampaio, as filmagens começaram em 2013 e os cineastas ficaram ao menos três semanas no estado, porém, as pesquisas de locação  foram iniciadas três anos antes. "Em Rio Branco filmamos na Colônia 5 Mil, no Pronto Socorro de Cura, Comunidade Fortaleza e muitos pontos da cidade como o Terminal Urbano", conta.

O diretor destaca que o Daime é um patrimônio imaterial do Brasil e que nasceu no Acre. O 'Império da Floresta conta a origem da religião e seus desdobramentos através de personagens mostrando o cotidiano e os momentos durante os rituais da religião.

"Os personagens é que trazem a memória do mestre Irineu Serra. Não é um filme com narração, as pessoas contam a história através de conversas. Optamos por não ter nenhum antropólogo, cientista ou químico, o ponto de vista é das pessoas que fazem parte da doutrina", destaca Sampaio.

Para Melo, o produtor, é importante que o processo para mostrar a doutrina seja de dentro para fora. "Primeiro temos uma relação com esses lugares e com essas pessoas. Daí, buscamos entender como é tudo. Até então, não há nada exótico, não há estereótipos. Mostramos todos os rituais, são pessoas comuns", enfatiza.

Com o documentário pronto, Sampaio afirma que não é uma estreia, mas a entrega do filme para as pessoas que fizeram parte do trabalho. "É tanto tempo trabalhando nisso, que se perde a dimensão de como é o filme, estou ansioso é para ver as reações. Não tentamos dar conta da história, pois sabemos que tudo isso não cabe em um filme", finaliza.






Nenhum comentário: