quinta-feira, 2 de abril de 2015

Sobreviventes do câncer vão escalar monte de 6.638 m para celebrar a cura


Viagem acontece em setembro e é promovida por organização dos EUA. Médico que idealizou projeto compara escalada à batalha contra o câncer.

Uma organização do Iowa, nos Estados Unidos, que leva para viagens de aventura pacientes que sobreviveram ao câncer, revelou nesta semana que sua próxima excursão será para o Tibete, onde o grupo deve escalar o Monte Kailash, considerado por muitas religiões como um local sagrado.

Richard Deming, que fundou em 2011 a ONG: “Acima e Além do Câncer”, anunciou que 24 pessoas, entre sobreviventes e cuidadores, vão participar da viagem de duas semanas, que deverá acontecer em setembro. A montanha tem 6.714 metros.

Ao longo dos 31 anos em que trabalha com oncologia, Deming diz ter conhecido indivíduos e suas famílias que enfrentaram o câncer e que lidaram bem com a possibilidade de morte. Segundo ele, os pacientes comparam a escalada da montanha ao caminho feito até a recuperação da doença. 

“É incrível o que você pode fazer dando um passo de cada vez”, disse ele, referindo-se tanto ao câncer, quanto ao alpinismo.

A viagem ao Tibete ainda procura candidatos dos EUA. Segundo o organizador, o grupo será composto por membros de todas as idades, acometidos por diferentes tipos de câncer e de diversas religiões. As despesas de viagem serão totalmente pagas.



Nenhum comentário: